Tectermica no blogger Tectermica no facebook Tectermica no youtube e-mail para Tectermica
logomarca
  • Câmaras frias;
  • Walkin coolers;
  • Câmaras frigorificas;
  • Climatização para adegas.

(11) 2635-1656 ou (11) 2636-5851

Câmara fria para laticínios

O presente artigo técnico da Empresa Fabricante da Câmara Fria para Laticínios desvenda a real importância de se contar com este prestigiado equipamento no seguimento empresarial voltado para os produtos lácteos, o grupo de alimentos que inclui o leite, assim como os seus derivados processados.

 

A maneira que a Câmara fria para laticínios corrobora com a produção e comercialização dos lácteos

 

A fabricação de qualquer lácteo origina-se do leite, sendo que este, imediatamente apos a ordenha, já deve ser mantido sob refrigeração e, permanecera assim durante todas as etapas do processamento e transformação, mesmo na chegada ao destino final, qual seja, a casa do consumidor.

 

Decorrente da alta perecibilidade do leite e derivados e, também por conta da sujeição aos contaminantes, o controle preciso da temperatura, entre outros fatores exigidos pela legislação, é determinante na segurança alimentar, inclusive é decisivo para a qualidade final do produto. A empresa fabricante da Câmara fria para laticínios afirma que ela é um dos equipamentos de uso intensivo durante grande parte do processo na indústria de lácteos, bem como no ponto de venda ao consumidor, mesmo sendo uma Câmara fria para laticínios pequena. Atender às exigências dos órgãos de fiscalização, alem dos anseios do consumidor, é fundamental para a continuidade e sucesso do negócio.

 

Sendo o leite um dos alimentos mais nutritivo e versátil, alias ele e seus derivado são o alimento mais consumido no mundo, algo em torno de 589 milhões de toneladas. A sua versatilidade o torna propicio para a fabricação de diversos produtos, tais como:

  • manteiga;
  • iogurtes;
  • doces;
  • bebidas lácteas;
  • bolos;
  • sorvetes;
  • queijos, por conta de sua distinção, alem dos métodos de processamento e cura na Câmara fria para laticínios, vamos dedicar alguns tópicos exclusivamente a eles.

 

A Câmara fria para laticínios retarda as alterações microbianas que ocorrem no leite

 

"O leite é um alimento de grande importância na alimentação devido ao seu elevado valor nutritivo, como fonte de proteínas, lipídios, carboidratos, minerais e vitaminas, sendo por isso considerado um ótimo substrato para o crescimento de vários grupos de microrganismos, desejáveis e indesejáveis (SOUZA et al. 2009)."

 

Uma refrigeração apropriada, tal qual aquela presente em uma excelente Câmara fria para laticínios pequena, desacelera a ação da microbiota contaminante, composta habitualmente por bactérias psicrotróficas, entretanto, no decorrer dos dias, mesmo sob refrigeração, as alterações microbianas aconteceram, por isso é primordial processar o produto quando cru no menor tempo possível. Por outro lado as leveduras e fungos raramente são encontradas no leite que foi conservado na Câmara fria para laticínios.

A Camara fria para laticinios armazena soberbamente os lacteos

Nem todos os microrganismos causam deterioração no leite, existem alguns que são conhecidos como bactérias láticas, como as do gênero Lactobacillus, que atuam beneficamente sobre as características dos produtos lácteos. São utilizadas no processo tecnológico por produzirem ácido lático a partir da lactose, participam do processo de maturação dos queijos quando aliados a uma Câmara fria para laticínios com atmosfera controlada e, por produzirem diacetil e acetaldeído, conferem o aroma e sabor característico aos produtos (ORDOÑEZ, 2005).

 

A empresa fabricante da Câmara fria para laticínios esclarece como responder as novas tendencias do seguimento do queijo

 

A revista Dairy Foods Magazine, conforme o 2018 Cheese Outlook Study, afirma que a tendencia para 2018 são os queijos artesanais e orgânicos, para 89% dos inqueridos, proeminentes integrantes da indústria dos lácteos, esta foi a escolha. Confira as outras vertentes, a saber:

 

  • queijos aromatizados, mencionados por 87% dos entrevistados;
  • queijos envelhecidos, citado por 85% deles;
  • queijos em porções controladas, responderam por 85% das indicações

 

Salta aos olhos que mais de um terço (38%) dos entrevistados disseram que suas empresas planejam investir em queijos totalmente naturais nos próximos 24 meses, demandando a aquisição de equipamentos apropriados, tais como aqueles fornecidos pela Empresa Fabricante de Câmara fria para laticínios.

 

No ano de 2014 o relatório do Transparency Market Research já apontava um avanço significativo do mercado global de queijos. Conforme este relato o crescimento que se observa esta vinculado ao rápido desenvolvimento da indústria de alimentos, outro fator que muito contribui para a expansão deste mercado é o alto valor nutricional dos queijos e a preocupação dos consumidores com uma dieta mais saudável.

 

Neste momento, a inovação de produtos, os queijos aromatizados entre outros, alem do surgimento de equipamentos profissionais focados a processos específicos, como exemplo a Câmara fria para laticínios pequena empregada na maturação dos queijos, fornecem grandes oportunidades aos membros do setor da fabricação dos lácteos.

Os queijos em geral devem ser maturados na Camara fria para laticinios

Os tipos de queijos mais consumidos são adequadamente estocados na Câmara fria para laticínios

 

Ate ha pouco tempo a oferta de queijos nos pontos de venda, tradicionalmente restrita aos tipos mussarela, parmesão e aos queijos frescais, foi ampliada e variedades pouco conhecidas passaram frequentar as Câmaras frias para laticínios e prateleiras de supermercados e casas especializadas

 

A Associação Brasileira das Indústrias de Queijo - Abiq, entidade que reúne 80 laticínios no País, indicam que a produção nacional de queijos especiais tem apresentado, ano a ano, saltos exponenciais de produção. O consumidor brasileiro demonstra um crescente interesse no consumo deste tipo de produto, então cabe aos envolvidos na cadeia produtiva investirem em Câmaras frias para laticínios, entre outros equipamentos importantes, para atender a esta crescente demanda.

 

Tanto quanto qualquer outro derivado do leite, os queijos especiais, requerem o armazenamento em uma Câmara fria para laticínios, é importante dotá-la de uma armário aramado objetivando acondicionar apropriadamente esta mercadoria. Os principais queijos consumidos pelos brasileiros são os seguintes:

  1. os franceses:
    • camembert, saint paulin, brie, roquefort;
  2. os ingleses:
    • cheddar, cottage;
  3. os holandeses:
    • edam, gouda, reino;
  4. os suíços:
    • emmental, gruyère;
  5. Queijos Italianos:
    • gorgonzola, mussarela, mozzarela de búfala, parmesão, provolone, ricota;
  6. os alemães:
    • tilsit;
  7. e por fim, os queijos tipicamente brasileiros:
    • meia-cura, minas frescal, prato, requeijão e queijo coalho.

Tectermica

Câmaras frias - Câmaras frigorificas - Walkin coolers - Climatização para adegas

Rua Cabo Oscar Rossini, 985, Parque Novo Mundo, São Paulo/SP, CEP 02186-030, Coordenadas GPS: -23.515732,-46.570369

(11) 2635-1656 ou (11) 2636-5851